• sintrafap

Dia Internacional da Democracia comemora-se nesta quarta (15)

Updated: Oct 1

Defesa da democracia é fundamental no Brasil para a proteção do emprego e de uma vida digna

Em todo o mundo é comemorado nesta quarta-feira (15) o Dia Internacional da Democracia. A data comemorativa foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo principal de realçar a necessidade de promover a democratização, o desenvolvimento e o respeito pelos direitos humanos e as liberdades fundamentais. Em tempos em que a democracia é ameaçada no Brasil, celebrar a defesa da democracia é fundamental.

“Atualmente temos de defender a democracia mais do que nunca. É o regime democrático que garante os direitos da população e em especial dos trabalhadores, tão ameaçados pelo atual governo. Não é uma defesa abstrata, mas é a forma de garantir nossos direitos de termos uma vida digna e de nos expressarmos livremente. Defender a democracia hoje é defender o emprego, um país menos desigual e livre da pandemia. Se faz necessária a defesa da democracia porque Bolsonaro quer acabar com ela. Dias atrás, tentou dar um golpe e acabar com o que resta das conquistas que a classe trabalhadora obteve ao longo de décadas”, alertou a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira.

Para a ONU, a democracia é “um valor universal baseado na vontade, expressa livremente pelo povo, de determinar o seu próprio sistema político, econômico, social e cultural, bem como na sua plena participação em todos os aspectos da vida”. A presidenta da Contraf-CUT destaca a importância da Constituição como garantia da democracia no Brasil. “É a Constituição que garante a independência e a harmonia entre os três poderes. Mas o que vemos hoje é um presidente tentando passar por cima do que determina a Constituição e que ameaça as próprias eleições do ano que vem, que é garantida pela Constituição. Bolsonaro ameaça as eleições porque tem medo de ser derrotado nas urnas”, ressalta Juvandia Moreira.

1 view0 comments