top of page

Sintraf-AP vai as ruas contra a reforma da previdência



A categoria dos bancários participou da greve em todo o Brasil. Em Macapá o ato se concentrou em frente ao prédio do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), escolhido por ser o principal órgão federal que trabalha as aposentadorias, representando assim o ataque direto as garantias de aposentadorias de forma justa.

Dentro dos ataques que é o texto proposto para a Reforma da Previdência, está previsto o aumento da idade mínima de aposentadoria para 62 anos para mulheres e 65 anos para homens. Além disso, será necessário contribuir por 40 anos ininterruptos para se aposentar com 100% do salário. A reforma da previdência pode ser votada a qualquer momento, e são necessários 308 votos na câmara para aprovação da PEC.

“Esta reforma afeta diretamente não só os bancários, mas todos os trabalhadores. Por isso hoje, estamos nas ruas nesse dia de luta! Combatemos a reforma trabalhista, vamos combater a reforma da previdência e tudo aquilo que vier retirar os direitos dos trabalhadores”, ressalta Edson Gomes, Presidente do Sintraf-AP.


1 (3)

1 (1)
0 views0 comments

Comments


bottom of page