top of page

Sintraf-AP participa de ato em defesa da Caixa. #aCaixaÉdoPovo!


01

Os empregados da Caixa Econômica Federal de todo o Brasil estão convocados para realizar um Dia Nacional de Luta nesta sexta-feira, 27 de fevereiro, como forma de mobilizar trabalhadores e sociedade em defesa da Caixa 100% pública.

No Amapá, o Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Sintraf-AP) fará manifestações nas agências da Caixa de Santana e Macapá.

Nesse dia 27, as manifestações terão como slogan “Eu defendo a Caixa 100% pública”. A ideia é realizar uma grande mobilização nas mais de 4 mil unidades do banco e com a postagem de fotos nas redes sociais.


samuel

Cartazes com a frase “Eu defendo a Caixa 100% pública” estão sendo remetidos para as agências, de modo a preparar o movimento de 27 de fevereiro.

Orientações gerais

Por orientação dos sindicatos, da FENAE e da Contraf/CUT, o empregado, sozinho ou com colegas, deve tirar fotos segurando o cartaz, mostrando posição favorável à manutenção da Caixa como banco 100% público.


janaina

Também é recomendado a fazer postagens nas redes sociais, usando a hashtag        #aCaixaÉdoPovo.

As imagens devem ser enviadas para o Sindicato (bancariosap@bol.com.br) e para a Apcef da cada região, com cópia para a Fenae pelo e-mail caixapublica@fenae.org.br.


edson

O Dia Nacional de Luta tem um claro objetivo: barrar qualquer proposta de abertura de capital da empresa.

O entendimento é de que a Caixa é um patrimônio de todos os brasileiros e deve continuar pública e a serviço do Brasil, atuando todos os dias para melhorar a vida das pessoas.

É preciso ir à luta

Conclamamos os empregados e empregadas da Caixa a realizarem manifestações em defesa da Caixa 100% pública, com reuniões em locais de trabalho, atos na porta das unidades, retardamento na abertura de agências e qualquer outra maneira de protesto, botando a criatividade para funcionar.

É como diz o poeta: “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”.

Vamos à luta em defesa da Caixa.

(Com informações do Sindicato dos Bancários do Pará)

0 views0 comments

Comments


bottom of page