top of page
  • Writer's picturesintrafap

Saúde Caixa: Proposta vai à votação

Updated: Dec 4, 2023

Empregadas e empregados deliberam, até terça-feira (5), se aprovam proposta do plano de saúde da Caixa

Sindicatos de bancários de todo o país realizam, na próxima terça-feira (5), assembleias para a aprovação do aditivo ao Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do plano de saúde das empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal, o Saúde Caixa. A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) disponibilizará uma plataforma para que os sindicatos realizem as assembleias de forma remota, pela internet. Neste caso, a votação poderá durante toda a terça-feira (5), das 7h00 e 23h30. As empregadas e empregados de quase todo o país poderá utilizar o link acima, uma vez que a maioria dos sindicatos utilizam a ferramenta disponibilizada pela Contraf-CUT. “Mas, como alguns sindicatos utilizam plataformas próprias para a realização da assembleia, o ideal é que os colegas acessem o link que for divulgado pelo sindicato de sua respectiva base”, observou a coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa, Fabiana Uehara Proscholdt.

Orientação de voto

O Comando Nacional dos Bancários orienta a aprovação da proposta. A Contraf-CUT e outras entidades produziram diversos materiais que podem contribuir para o esclarecimento das empregadas e empregados da Caixa sobre a proposta. Os materiais estão disponíveis na área restrita do site da Contraf-CUT e foi enviada para as entidades por comunicado via e-mail. “Estamos visitando as agências e unidades da Caixa em todo o país para explicar a proposta. A percepção que temos é que com cinco ou dez minutos de conversa é possível dirimir as dúvidas e reforçar a importância da participação nas assembleias para aprovarmos a proposta”, disse Fabiana. Entre os materiais que estão disponíveis na área restrita do site da Contraf-CUT, está o boletim Avante e um arquivo com perguntas e respostas sobre a proposta, além do simulador dos valores que cada um vai pagar nos casos de aprovação ou rejeição da proposta. “O simulador é simples e didático. Quando o colega insere as informações de sua remuneração e o número de dependentes, o simulador já mostra quanto ele vai pagar, tanto no caso de aprovação da proposta, quanto no caso de recusa”, informou a coordenadora da CEE.


Fonte: Contraf-CUT

Comments


bottom of page