top of page
  • sintrafap

Movimentos populares fazem conferência pela educação pública

Na 2ª Conape, o foco principal é sobre como reconstruir o setor, que vem sendo desmontado desde 2016

Acontece em Natal, entre esta sexta-feira (15) e domingo (17), a 2ª Conferência Nacional Popular de Educação (Conape), que reúne movimentos sociais de todo o país em defesa da educação pública, gratuita, laica e de boa qualidade.


Com o evento, o conjunto do movimento educacional brasileiro atua para ampliar a luta pela educação universal, desmilitarizada, democrática, popular, com participação social e em defesa do legado do educador Paulo Freire.


Com o tema “Reconstruir o País: a retomada do Estado democrático de direito e a defesa da educação pública e popular, com gestão pública, gratuita, democrática, laica, inclusiva e de qualidade social para todos, todas e todes”, o encontro deve ter a participação de pelo menos 2,5 mil pessoas.


“Vivemos um desmonte da educação no país desde 2016, com o golpe contra a presidenta Dilma, mas no atual governo o ataque contra o setor está se tornando insustentável”, observa o secretário de Formação Sindical da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Rafael Zanon, que participa do evento. “Exatamente por isso, a Conape é fundamental neste momento, pois mostra a força de resistência da sociedade civil”, completa Zanon.


Fonte: Contraf/CUT

6 views0 comments

Comentarios


bottom of page