Editorial – Os desafios de mais um ano novo

Com o final de mais um ano de trabalho e lutas e o início de um novo período, é sempre tempo de se refletir sobre o que foi realizado e os desafios que se apresentam pela frente. Tal balanço, para o SINTRAF AP, é, sem sombra de dúvidas, muito positivo. O nosso sindicato manteve em 2014 a sua rota de crescimento e fortalecimento e prepara-se para em 2015 festejar os seus 5 anos de história. Cumprindo uma agenda repleta, o SINTRAF AP garantiu vitórias importantes. Entre elas, os bons resultados da Campanha Salarial, que asseguraram ganhos reais à categoria, melhorias nas condições de trabalho em diversas Agências, apoio Jurídico a diversos bancários em seus desligamentos dos Bancos, visitas ao Interior do Estado para ver de perto a situação em que vivem os bancários que lá habitam e labutam.

No campo sindical, a entidade participou ainda do Dia Nacional de Lutas  e defendeu, unida a toda a classe trabalhadora brasileira, as bandeiras que consideramos essenciais. Entre elas, a redução da jornada de trabalho, a luta contra a terceirização, o fim da demissão imotivada e do fator previdenciário, a reforma agrária, a melhoria do transporte, da educação e da saúde.

Nós temos que garantir mais e melhores empregos, fortalecer mecanismos de combate à rotatividade, avançar na melhoria da saúde e das condições de trabalho, na distribuição de renda por meio da melhoria dos salários, na luta por uma aposentadoria digna.

Também precisamos mobilizar os trabalhadores para a redução dos juros, a ampliação do crédito e uma política de investimentos, a fim de se contrapor à movimentação dos bancos e do mercado financeiro. Queremos transformar crescimento em desenvolvimento econômico e social com geração de empregos e igualdade de oportunidades.

Quero agradecer a participação de cada bancário e de cada bancária nas lutas e conquistas que tivemos, com unidade e mobilização, esperamos avançar ainda mais em 2015, especialmente no combate às metas abusivas, na melhoria da remuneração e das condições de trabalho e na aposentadoria digna. Mais do que nunca, as mobilizações serão fundamentais para avançarmos na luta por emprego decente, maior distribuição de renda, justiça social e cidadania.

Edson Gomes

Presidente SINTRAF/AP

0 views0 comments