Defesa da Caixa 100% pública marca ato de abertura dos Jogos da Fenae 2018

Festa foi realizada no ginásio do Pacaembu na noite deste sábado e contou com a participação de delegações das 27 Apcefs de todo o país


77262b8919fb1c11f8ee673c64f057c9

A cerimônia foi iniciada com a apresentação performática do Mascote dos Jogos Fenae 2018, que interagiu bastante com o público.  Na ocasião, um desafio foi colocado a todos os atletas: participar de uma promoção para que seja escolhido um nome a ser dado ao Mascote. Essa promoção consiste na divulgação de uma foto do atleta ao lado do Mascote, postada em seguida na rede da Fenae com sugestão de nome, acrescentada às #jogosdafenae e #mascote jogos. Ganha prêmio o atleta cuja sugestão de nome for a vencedora entre tantas outras.

Um vídeo sobre a Caixa e sua importância de manter-se 100% pública foi apresentado na cerimônia de abertura, seguido do desfile das delegações das Apcefs do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina Sergipe, São Paulo (a última a desfilar na condição de anfitriã) e Tocantins.

Depois da apresentação artística do grupo Circo Show, alguns dos projetos da Fenae e das Apcefs foram lembrados como iniciativas positivas para reafirmar a mobilização pelo bem-estar do pessoal da Caixa, a exemplo do Rede do Conhecimento e Movimento Solidário.

Discursos em defesa da Caixa e de seus empregados A abertura dos Jogos da Fenae 2018 foi marcada ainda pela fala dos dirigentes das entidades representativas. O presidente da Apcef/SP, Kardec Bezerra, disse que a associação paulista se colocava de braços abertos para receber todos os atletas. Parabenizou a Fenae por esse maravilhoso trabalho e agradeceu a presença de representantes da Apea/SP, Seeb/SP, Contraf/CUT, Agecef e gestores da Caixa. “Para São Paulo, é gratificante sediar um evento dessa envergadura. Isto porque o esporte tem a capacidade de gerar muitas emoções, a começar pela celebração de vitórias e pelo aprendizado com as derrotas”, afirmou.

Kardec aproveitou a ocasião para convocar os bancários-atletas a participarem da Campanha Nacional 2018, para impedir a retirada de direitos pela ultratividade. E completou: “É importante estarmos juntos para superar mais esse desafio e para garantir a preservação de direitos consagrados no Acordo Coletivo de Trabalho”.

O presidente do Conselho Deliberativo Nacional (CDN) da Fenae, Paulo Moretti, foi só agradecimento. Foi direto ao ponto: “Obrigado Apcef/SP e obrigado Fenae pela realização desse maravilhoso evento esportivo, a maior edição já realizada no âmbito do movimento nacional dos empregados da Caixa”.

Marcus Martino, representante da Wis (patrocinadora dos jogos junto com a Caixa Seguradora), foi curto e direto: “Saúdo a todos, atletas e entidades representativas, por mais uma edição dos Jogos da Fenae”.

Presente ao ato de abertura, o ex-jogador de futebol César Sampaio desejou bons Jogos da Fenae e disse esperar que “cada atleta possa superar-se, sempre difundindo o espírito de companheirismo entre colegas de trabalho, independentemente de quem ganha ou perde nas disputas”.

Dedicação e solidariedade na defesa da Caixa Depois de fazer um sucinto histórico a respeito do evento, cuja primeira edição ocorreu em 1987, o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira, iniciou sua fala lembrando da grande alegria de estar em São Paulo e fez agradecimentos aos patrocinadores Wis e Caixa Seguradora e à Caixa (pela liberação dos atletas), mas sobretudo aos associados e associadas das Apcefs. “Não podemos ser apenas trabalhadores, mas também cidadão que pratica esporte e se mostra disponível para construir algo novo”, observou.

Lembrou ainda que atletas de todo o país participam dos Jogos da Fenae porque existe a Caixa. “Sem essa empresa, não existiriam até mesmo Fenae e Apcefs, “daí a necessidade de defender esse banco 100% público. “Isso é defender o país, a democracia e a soberania nacional”, admitiu.

Segundo Jair Ferreira, como a Caixa é construída cotidianamente por cada empregado e por cada empregada, é preciso fazer fileiras em defesa do banco 100% público. “Assim, o fundamental é defendê-la com muita dedicação, esforço e solidariedade. Sabemos fazer esporte, sabemos fazer alegria, cantar, dançar ou tudo aquilo que faz da Caixa uma empresa 100% pública”, lembrou. Em seguida o dirigente declarou oficialmente aberta a edição 2018 dos Jogos da Fenae.

O encerramento da cerimônia foi feito por duas atletas da Apcef/SP: Thaís de Souza Pereira, a quem coube o juramento, e Elza Vergopolen, responsável pela tocha olímpica e pelo acendimento da pira.

Dirigentes de diversas entidades prestigiam evento O ato no ginásio do Pacaembu foi prestigiado por dirigentes de diversas entidades sindicais como Juvandia Moreira (presidente da Contraf/CUT) e Ivone Silva (presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo).

Espaço Viva Fenae/Apcef A grande novidade do evento deste ano é o Espaço Viva Fenae/Apcef, uma área montada especialmente para os participantes conhecerem mais os projetos da Fenae e das Apcefs, confraternizar-se e adquirir conhecimentos.

Dividido em seis estações (Fenae/Apcef, Transforma, Educação e Conhecimento, Bem-estar, Cultura e Benefícios), o Viva Fenae/Apcef oferecerá rodos os dias uma programação diferenciada com palestras, oficinas, sorteios de brindes, pequenas confraternizações com DJs e as premiações. Com certeza, não vão faltar interações e oportunidades para os atletas saberem mais sobre a atuação da Fenae e das Apcefs, passando a entender a importância de se fortalecer o movimento associativo dos empregados da Caixa.

No Espaço Viva Fenae/Apcef, vamos mostrar como funcionam o Movimento Solidário, Rede do Conhecimento, Eu Faço Cultura, Nosso Valor, Talentos Fenae/Apcef e as ações em defesa dos empregados e aposentados da Caixa”, explica o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira.

Na estação Educação e Conhecimento, estão programadas três palestras: “Nutrição saudável para o seu dia-a-dia”, no dia 16 (segunda-feira); às 16h; “ As várias faces da liderança” é o tema da palestra do dia 18 (quarta-feira), no mesmo horário; e na sexta-feira (20), também às 16h, “Produtividade e atividade física na busca da sua felicidade”.

Já na estação Cultura, ocorrerão oficinas de batuque nos dias 15, 17 e 19 de julho nos períodos da manhã e tarde. A estação Bem-estar contará, entre outras atrações, com a Vitrine Fenae, onde vários produtos com a marca da Federação estarão à venda, como camisetas, coqueteleiras, bolsas de viagem, entre outros.

Fonte: Fenae

0 views0 comments

Recent Posts

See All