Covid atinge agência do Bradesco e funcionários ficaram trabalhandoCovid atinge agência do Bradesco

Contaminação atinge principal agência do banco em Jundiaí e gerência não dispensa bancários

A contaminação da Covid 19 atingiu a principal agência do Bradesco em Jundiaí, interior de São Paulo, mas os funcionários continuaram trabalhando. Um bancário foi contaminado nesta semana e outros quatro estão com suspeita de contaminação. Mas, mesmo assim, a gerência da agência manteve funcionários trabalhando no local na quinta-feira (26), durante todo o dia. Nesta sexta-feira (27), sindicalistas foram à porta da agência e constataram que ainda alguns bancários estavam no local.

“Desde ontem (quinta-feira, 26) tentamos tirar o pessoal da agência e os gerentes sempre encontram uma desculpa para adiar a retirada dos funcionários do local. A agência está fechada desde ontem para o público, mas a maior parte dos funcionários continuava lá dentro. Eles não cumprem as normas de segurança e nem as sanitárias. Tinha funcionário que não estava sabendo da contaminação. É uma situação grave”, afirmou Gerson Carlos Pereira, secretário de Comunicação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e funcionário do Bradesco na cidade.

A agência onde houve a contaminação fica na rua Barão de Jundiaí, Centro da cidade, conhecida como Calçadão da Barão. No local, além da agência de atendimento dos clientes, funcionam também a agência Prime e a agência Empresa. “As pessoas que ficaram lá dentro, inclusive hoje, correram o risco de serem contaminadas e levarem o vírus para suas casas. A preocupação do sindicato é essa”, disse o dirigente.

Gerson informou entrou em contato com o setor de Recursos Humanos do Bradesco. “Eles disseram que conversaram com a agência e todo o protocolo foi cumprido. Disseram que a agência está fechada e que os funcionários que ficaram hoje era para fazer o protocolo para anteceder a sanitização, que vai começar agora”, contou.

COVID

0 views0 comments