Bancários do BB e da Caixa fazem congressos nacionais entre 30 de junho e 2 de julho


5e95c927238524053784ced5df229b13

Os congressos nacionais dos funcionários do Banco do Brasil e dos empregados da Caixa Econômica Federal serão realizados entre 30 de junho a 2 de julho, em São Paulo, para definir as pautas específicas de reivindicações e as estratégias da Campanha Nacional 2017 nas duas instituições financeiras públicas. Os dois congressos, marcados para o Hotel Holliday Inn, no Anhembi, serão separados mas terão uma parte conjunta, como a abertura oficial (ato em defesa dos bancos públicos) no dia 30 e o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos no dia 1º de julho.

Será o 28º Congresso Nacional dos Funcionários do BB (CNFBB), que tem como tema principal “Contra o desmonte: Unidade e Resistência” e reunirá 355 delegados e observadores de todo o país. Os temas serão distribuídos em quatro grupos para debater sobre o desmonte do BB, a precarização do emprego com a digitalização, igualdade de oportunidades de carreira, terceirização, pejotização e os impactos dessas propostas no BB.

“O Congresso ocorre num momento em que os bancários e os trabalhadores enfrentam uma conjuntura muito difícil, com ataques a direitos conquistados e ameaça de desmonte dos bancos públicos. No Congresso precisamos reafirmar nossa luta contra as reformas do governo ilegítimo de Temer, por mais contratação de funcionários e em defesa do BB público, da Previ e da Cassi”, avalia Rafael Zanon, representante da Federação dos Bancários do Centro Norte (Fetec-CUT/CN) na Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil.

Da Caixa, será o 33º Congresso Nacional dos Empregados da (Conecef) Empregados, que terá 464 delegados e observadores. Serão distribuídos em quatro grupos para debater sobre Saúde Caixa/saúde e condições de trabalho (Grupo 1); Funcef, aposentados e Previdência (Grupo 2); Reestruturação, reforma trabalhista e terceirização (Grupo 3); e Defesa da Caixa e demais bancos públicos (Grupo 4).

“Esse talvez seja o Conecef mais atípico dos últimos 15 anos, tanto que será realizado logo após à greve geral no Brasil. A expectativa é muito grande, porque temos que manter a qualidade dos nossos empregos, aumentar a qualidade de vida no trabalho e ainda fortalecer e expandir a Caixa Econômica Federal. São muitos desafios para uma campanha só”, afirma Wandeir Severo, representante da Fetec-CUT/CN na Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa.

“O ponta pé inicial terá de ser bem dado e estamos trabalhando para isso. Que seja um ótimo Conecef, recheado não se resoluções mas também de uma boa preparação para a luta e conseguirmos empolgar a categoria e cada vez mais consolidar as conquistas dos empregados da Caixa”, acrescenta Wandeir.

CLIQUE AQUI E VEJA A PROGRAMAÇÃO DOS ENCONTROS.

0 views0 comments