top of page
  • sintrafap

Bancários assinam novo ACT com o Basa

Acordo terá validade até 2024, mantém todos os direitos anteriores e avança na PLR e no Teletrabalho

A Campanha Nacional 2022 no Banco da Amazônia (Basa) encerrou oficialmente nesta terça-feira (13), com a assinatura do novo Acordo Coletivo de Trabalho bianual. A categoria conquistou a manutenção de todos os direitos dos empregados e empregadas previstos no Acordo anterior e trouxe avanços importantes nas regras do Teletrabalho, com a garantia de equipamentos, ajuda de custo e à desconexão, e na distribuição da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), com a 1ª parcela de adiantamento linear no valor de R$ 5.500,00 (R$ 2mil a mais que o adiantamento no ACT anterior), já paga no dia 03 de setembro.

Leia aqui a íntegra do ACT Basa 2022/2024

“Fico feliz em poder voltar aqui no Pará e assinar mais um excelente acordo com o Basa, principalmente pela antecipação da PLR. Eu sempre procuro não comparar um banco com outro, porque cada um tem a sua realidade, cada um tem o seu perfil, e é difícil a gente comparar um banco de carteira comercial com um banco de desenvolvimento, são nichos de mercado totalmente diferentes e isso faz com que a gente se apegue ainda mais com o Banco da Amazônia, que tem realmente a missão de um banco público e de ganho para toda sociedade”, afirma o secretário geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Gustavo Tabatinga. A presidenta do Sindicato dos Bancários do Pará, Tatiana Oliveira, lembra que “as mesas de negociação durante a Campanha Nacional são a culminância de um longo processo de debates que construímos com os empregados e empregadas do Banco da Amazônia para identificarmos onde o ‘calo’ está apertando mais e, de fato, fomos para todas as mesas sempre imbuídos do sentimento de negociar, negociar de verdade, de chegar num entendimento. A assinatura deste novo ACT, com a garantia de todos os direitos do Acordo anterior e com novos avanços foi um passo importante, mas temos muitas outras demandas da categoria para avançar nas mesas permanentes com o banco”, afirma. Já o secretário geral do Sindicato e coordenador da Comissão de Negociação dos Empregados do Basa, Sérgio Trindade, destaca que “em outras campanhas tivemos momentos muito difíceis no Banco da Amazônia, muito tensos por conta do próprio desempenho do banco, que sempre foi colocado por parte da empresa como uma dificuldade para atender as nossas pautas, inclusive se mantém algumas históricas, como é o caso do PCCR; Mas foi surpreendente, e positivo, o desempenho atual do banco, pois isso pra nós têm dois significados: primeiro nos dá uma visão de que o banco está se fortalecendo, está cumprindo o seu papel de banco regional de fomento; e segundo que, para os empregados, melhora a PLR como ocorreu no adiantamento desse ano”. “Conseguimos este novo ACT do Banco da Amazônia no processo de negociação, nossa disposição de fazer isso sempre esteve presente nas mesas, pois nós acreditamos nisso. E esse Acordo é histórico, porque a gente celebra um ACT inédito para a categoria bancária e para a classe trabalhadora, com a questão do teletrabalho, pois não existe esse tipo de regulamentação em outras categorias. Então, a gente cria um parâmetro que certamente balizará outras categorias nesse termo”, ressalta o presidente da Fetec-CUT/CN, Cleiton dos Santos. “Essa mesa de negociação com o Banco da Amazônia na Campanha Nacional 2022 foi uma mesa vitoriosa e gera muitas expectativas e grandes esperanças para os empregados nas mesas permanentes de negociação que teremos daqui para frente, pois ainda temos muitos avanços para conquistar”, avalia o diretor jurídico do Sindicato dos Bancário do Pará e empregado do Basa, Cristiano Moreno. “O processo de negociação deste Acordo foi muito gratificante e mostrou a proximidade da gente com a base. O processo de votação online que a Contraf-CUT ofereceu para gente colocou mais de 60% do estado de Rondônia votando em uma assembleia, com 91% de aprovação da proposta conquistada em mesa, foi uma assembleia recorde para nós, foi a oportunidade dos empregados do Basa de Rondônia mostrarem realmente que eles estão participando e que eles estão interessados em dar a sua opinião”, conclui o diretor do Sindicato dos Bancários de Rondônia e empregado do Basa, Ricardo Vitor.


Fonte: Bancários PA

6 views0 comments

Comments


bottom of page