• sintrafap

Abril Verde: Sintraf-AP na luta pela prevenção, segurança e saúde no trabalho

Nesse período de pandemia, os sindicatos foram fundamentais para a proteção da saúde da classe trabalhadora, com negociação de normas de segurança contra a Covid-19, cobrando por protocolos específicos para o local de trabalho e reivindicando o teletrabalho.



Abril Verde é o mês dedicado a saúde, condições de trabalho e segurança, reivindicações estas recorrentes nas mesas de negociações e das campanhas do Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro do Amapá (Sintraf-AP).


O Sintraf-AP acredita num ambiente de trabalho mais acolhedor e saudável para os trabalhadores, e por isso busca sempre visitar as agências e verificar as condições em que os trabalhadores estão desempenhando seu trabalho, como também conversam e escutam suas reivindicações. Foram criados Grupo de Trabalhos (GT’s) e Fóruns de Saúde, onde são avaliados e discutidos os problemas diretamente com quem poderá resolver essas questões.


Segundo o presidente do Sintraf-AP, Samuel Bastos, o item saúde é um dos principais temas de luta, além das questões trabalhistas, não apenas para os bancários e trabalhadores do ramo financeiro, mas também para as outras categorias profissionais.


Nesse período de pandemia, os sindicatos foram fundamentais para a proteção da saúde da classe trabalhadora, com negociação de normas de segurança contra a Covid-19, cobrando por protocolos específicos para o local de trabalho e reivindicando o teletrabalho. Além da questão das metas abusivas que prejudicam a saúde do trabalhador e tantos outros. E a luta continua atualmente com o retorno presencial para garantir a segurança dos trabalhadores.


O presidente Samuel Bastos ressalta para o trabalhador do Ramo Financeiro do Amapá que se sentir prejudicado, sofrendo assédio, relacionado a questão e saúde tanto física com mental, pode buscar o Sintraf-AP, para que receba orientação e esclarecimento sobre seus direitos e o que pode fazer para resolver.


Histórico da data

Em diversos países, o mês de abril é um período de atenção especial aos trabalhadores que, rotineiramente, sofrem acidentes durante suas atividades laborais. Por essa razão, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu o dia 28 de abril como o Dia Mundial da Segurança e da Saúde no Trabalho, em memória às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.


No Brasil, a iniciativa foi lançada pelo Congresso Nacional em 25 de maio de 2005, pela Lei nº 11.121 que institui o Dia 28 de Abril como data simbólica em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.


“Apoiar o Abril Verde é acreditar que se pode fazer mais por um trabalho saudável e sem acidentes. É preciso gerar a conscientização que somente com o envolvimento, com a troca de informações, é que se pode favorecer uma cultura de prevenção à vida e à saúde no ambiente de trabalho”, destaca a diretora de Saúde do Sintraf-AP, Dayane Machado.



4 views0 comments